Lady in Red

Olá!

O monocromático é a melhor aposta chic, além de alongar a silhueta. O vermelho então, é a escolha perfeita para aquele look baphônico:

O monocromático, lembrando, não é só aquele look inteiro de um mesmo tom da cor, é também a escolha de uma cor e fazer um “tom sobre tom” dela – a paleta de cores possui variações infinitas, a gente tem que aproveitar as possibilidades. A mistura de texturas também é uma ótima aliada nessas horas, te tira da seriedade e, às vezes, ajuda a esquecer aquela vozinha chata que diz “será que ficou bom mesmo? Não está muito exagerado?” – não, não está nada exagerado.

A parte boa é que só porque você está da cor de uma pimentinha, não significa que precisa deixar o batom vermelho de lado: se joga, seja feliz, conquiste (mais) olhares e fique ainda mais linda!

Xxx- Carol

Anúncios

Finally Winter!

Hallo!

É Inverno, finalmente! Que bom, não? Nada com um friozinho para sairmos do básico e nos esquentar com estilo. Essa é a minha estação favorita do ano, sem dúvida alguma (já reparou em como o sorvete fica mais gostoso no frio?).

Aproveitando que dessa vez não me atrasei para postar sobre uma estação, separei as três melhores tendências da temporada:

Franjas e couro

De acordo com NY Fashion Week, não vai ser dessa vez que as franjas terão um descanso. Com uma pegada rústica, aparece bastante em bolsas e saias, dando movimento às peças. Já o couro, peça coringa das temporadas frias, aparece com modelagens no estilo alfaiataria.

Lady like

Lembram da clássica saia de tule de Carrie Bradshaw em Sex and The City? Pois então, o modelito bailarina é uma das pedidas da estação. Para aquelas adeptas ao ladylike, saias fofas, capinhas e o rosa blush são os coringas.

Cores fortes

Inverno triste não! As cores fortes (com destaque para o azul) vieram para alegrar os dias nublados. A proposta é de  looks monocromáticos, dos pés a cabeça com cores bem vivas. A cor aparece em saias, vestidos e blusões de lã.

 

Fazendo um resumo de tudo, esse inverno – com um conceito forte das passarelas de New York, Londres, Paris e Milão – esbanja conforto. Marc Jacobs e Céline desfilaram conjuntinhos de tricô que nos lembram de Friends na década de 90. Parkas e casacos de pele (fake, please) também entram em cena. Enquanto a alfaiataria chega preguiçosa, com um moletom folgado por cima, as mais femininas desfilam por aí com capas bordadas. No mesmo universo também aparecem criaturas inspiradas no futurismo dos anos 60, e da Era Espacial de 2010. Tem de tudo para todos os gostos e preguiças.

Não entendeu? Bem, a galeria de fotos está ai pra ajudar!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

Adíos!

 

Xxx- Carol

Coachella’s Style

Hallo!

Se tem uma coisa que eu adoro, é música. E festivais de música, então? Sem comentários!

Nunca fui a um, mas sempre acompanhei os festivais ao redor do mundo (já perdi a conta de quantas vezes já curti o Tomorrowland em casa, via youtube live), e gosto do estilo de vestimenta que as pessoas adotam para essas ocasiões. Cada festival tem um estilo próprio (claro, cada um ocorre em um local diferente do globo e preza por um estilo de música diferente – os meus favoritos são os festivais eletrônicos e os indies), mas se repararmos bem, a grande maioria dos frequentadores desses eventos optam por looks (confortáveis, of course, já que é o dia todo debaixo do sol quente andando, pulando, curtindo os shows na muvuca) com tendências predominantemente hipsters ou hippie.

Dei uma olhada no Instagram alheio e fiz uma galeria com os looks presentes no Coachella 2013 para se inspirar (ou apenas olhar, e se perguntar como a pessoa teve coragem de sair em público assim)!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Pra quem não sabe, Coachella é um festival de música e artes anual, que ocorre na Califórnia (na terrinha do Tio Sam),  fundado por Paul Tollett, organizado pela Goldenvoice, e tem duração de três dias. O evento conta com vários gêneros musicais, incluindo rock, indie, hip hop e música eletrônica, bem como escultura. Em 2003 foi permitido se “hospedar” em barracas de acampamento – como ocorre em alguns festivais europeus como o Glastonbury Festival, em UK – para a alegria geral. Mas não pense que era um campo de acampamento comum, não! Para o festival de 2010, havia mais de 17 mil campistas, e, no evento de 2012, o campo havia até wi-fi gratuito!

Festival de música é realmente muito legal… O dia que eu for a algum, prometo fazer um diário e um álbum com os looks mais bizarros que eu encontrar.

Enjoy!

Xxx -Carol

Militarizando

Hallo!

Uma tendência que está no front da moda desse outono é o estilo militar. É hora de tirar do fundo do armário aquelas peças camufladas que você achava que nunca mais iria usar! Mas atenção: a tendência da vez é chic, com ombros estruturados e cintura em evidência – puxando para a década de 1940, Segunda Guerra…

O visual mais destroyed (com cargos e tricôs camuflados) não está no alto escalão da vez. O verde-oliva ainda lidera o exército, mas acompanhado de uma nova tropa: azul-marinho, bege e até branco! Assim como aprendemos a brincar com o animal print, podemos brincar com o camuflado também!

Ainda não tem ideia de como aderir o estilo ao seu look? Se liga aí:

– Abuse de saias com fivelas, blusas de seda com bolsos grandes, coletes utilitários. Deixe trenchs para os dias de frio e use-os como vestido.

– A parka pode ser usada com um cinto mais largo na cintura, a fim de modelar, porém, só as magrinhas devem optar por isso.

– A estampa é super despojada e cai hiper bem com blusinhas mais românticas de renda (mas pare com o romantismo por aí, senão vira uma guerra de estilos!).

– Não tenha medo de usar um broche de predarias na parka.

E a dica de ouro: lembra dos soldados escoceses? Vale muito usar um paletó com kilt!

Quer inspiração? Se espelhe na galeria aqui em baixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Enjoy!

 

 

Xxx -Carol

Brit Awards

Hallo!

Uma das minhas premiações favoritas, os Brit Awards aconteceu hoje.

Também comumente chamado de The Brit’s, é a premiação musical mais importante do Reino Unido, e acontecem anualmente. Fundado pela Indústria Fonográfica Britânica, BRIT é um acrônimo de British Record Industry Trust e teve a primeira edição em 1977. Esse ano, a 33ª gala da premiação ocorre na O2 Arena (em Londres) e teve como apresentador James Corden.

Confesso que prefiro tapetes vermelhos com mais glamour e “extravagância”, por isso sempre me decepciono com aqueles mais informais e lhes privarei dos meus comentários sobre os looks, mas na galeria de fotos aqui em baixo tem um fato inédito: fotos da “ala masculina” do Red Carpet!

Enjoy!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

xxx -Carol